Roteiro Local para as Alterações Climáticas
 
Speakers


Jeb Brugmann
The Next Practice, Canadá

Jeb Brugmann é um pensador vanguardista no que diz respeito a estratégia e processos de inovação. Nos últimos 25 anos, tem desenvolvido soluções que visam auxiliar as comunidades locais a ter acesso aos benefícios da globalização, bem como ajudar organizações globais – desde as Nações Unidas, empresas do grupo Fortune 500 e ONG’s internacionais – a envolver-se de forma efectiva com as comunidades e mercados locais. O seu trabalho incide, em particular, na importantíssima contribuição da inovação ao nível micro (por ex., da localidade, do modelo de negócio ou do cluster de consumidores) para alcançar objectivos estratégicos a um nível macro.

Como fundador e chefe executivo de organizações e programas internacionais de relevo, como empresário social e do sector privado e ainda como consultor de estratégias empresariais e urbanas, trabalhou no terreno em diversas cidades e regiões rurais de 28 países.

Jeb desempenhou um papel particularmente inovador em três áreas de “next pratice”:

  • Organização global da sociedade civil.
    Durante os últimos anos da Guerra Fria, na década de 1980, Jeb foi pioneiro no desenvolvimento de novas formas de organizar a cooperação transnacional entre ONG’s e cidades. Muitas destas abordagens tornaram-se modus operandi na década de 90. Exemplos: Brugmann previu a crescente migração transnacional de pessoas desfavorecidas e legalmente marginalizadas. Mobilizou diversas cidades norte-americanas a tornarem-se em “Cidades Santuário” e desenvolveu uma presença nos media a nível nacional insurgindo-se contra os sentimentos de preconceito anti-imigrante. Também liderou o estabelecimento de um dos primeiros canais oficialmente reconhecidos de relações independentes entre as sociedades civis dos EUA e União Soviética na era de Reagan e Gorbachev. Mobilizou governos sub-nacionais a nível global de modo a proteger a atmosfera da Terra através de legislação local, obrigando os fabricantes de produtos químicos a reduzir gradualmente os CFC’s e levando o governo dos EUA a ratificar o Protocolo de Montreal das Nações Unidas.
  • Sustentabilidade urbana.
    No final da década de 80 e durante os anos 90, Jeb compreendeu que a urbanização global tinha convertido as cidades em “fontes” geográficas dos problemas ambientais a nível global. Foi pioneiro no campo da “sustentabilidade urbana”, tendo fundado o ICLEI, a agência ambiental internacional para os governos locais, em 1990. Exemplos: Foi Secretário-Geral do ICLEI de 1990 a 2000, tendo estabelecido a sua presença e operações globais em fóruns políticos internacionais. Liderou a adopção da iniciativa da Agenda 21 Local pela comunidade internacional na Cimeira da Terra de 1992, precursora do envolvimento de mais de 6500 cidades e vilas de 115 países. Em 1992-93 foi co-fundador da campanha Cidades para a Protecção do Clima, um programa global que tem apoiado centenas de cidades na preparação de inventários e planos de mitigação das suas emissões de gases com efeito de estufa.
  • Desenvolvimento de negócios “Base da Pirâmide”.
    Em 2004, Jeb juntou-se ao conceituado estratega de negócios Prof. C.K. Prahalad para estabelecer a “The Next Practice” e os seus processos de inovação para empresas que visam servir grandes populações com baixos rendimentos na “base da pirâmide”. Exemplos: Jeb ajudou a BP a desenvolver o modelo de distribuição e venda a retalho do seu forno de biomassa sem fumo nas regiões rurais da Índia, bem como uma solução segura de acondicionamento e venda a retalho de combustível para os municípios da África do Sul. Auxiliou a Reuters a desenvolver o seu plano inicial para implementação de um serviço de informação por telemóvel sobre meteorologia, preços de mercado e agricultura dirigido a pequenos agricultores indianos, área na qual Brugmann continua a exercer activamente, nomeadamente como líder ideológico.

O trabalho de Jeb tem sido financiado pelos governos da Austrália, Brasil, Canadá, Colômbia, União Europeia, Finlândia, Alemanha, Japão, Holanda, África do Sul, Reino Unido e Estados Unidos da América, bem como pelo Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas, Habitat das Nações Unidas, Banco Mundial, centenas de municípios e numerosas fundações privadas. As suas iniciativas receberam elogios oficiais da Assembleia Geral das Nações Unidas (1997), da Conferência sobre Povoamentos Humanos das Nações Unidas (1996) e da Cimeira Mundial sobre o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (2002). A liderança de Brugmann valeu-lhe o Prémio do Milénio (2000) da Agência Europeia do Ambiente/ Fundação Princes’ e o Prémio das Parcerias de Estocolmo (2002) da Cidade de Estocolmo e do Rei da Suécia.
Estratega e consultor para a inovação

Seja através de liderança executiva ou como consultor de organizações, Jeb opta por uma abordagem única de “estratégia aplicada” que esquematiza, testa e institui os novos modelos e soluções necessários para traduzir uma estratégia nova na prática institucionalizada seguinte. Entre os seus parceiros e clientes contam-se agências governamentais nacionais, grandes empresas, municípios, programas das Nações Unidas, o Banco Mundial, fundações privadas e NGO’s nacionais e internacionais.

Autor e investigador
Jeb é o autor de “Welcome to the Urban Revolution: How Cities Are Changing the World” (2009), tendo contribuído também para quatro livros sobre sustentabilidade urbana. Tem artigos publicados na Harvard Business Review (foi vencedor do Prémio McKinsey para melhor artigo em 2007) e noutras revistas académicas. Estabeleceu e contribuiu, de forma regular, para uma extensa série de estudos de caso sobre boas práticas de gestão urbana. É membro do comité editorial da revista Local Environment desde há muito.

O trabalho de Jeb é essencialmente analítico. Tem sido investigador principal em projectos de investigação cuja acção abrange vários anos e países, incluindo o Projecto de Redução de CO2 Urbano - um projecto de desenvolvimento da metodologia dos inventários de gases com efeito de estufa e planeamento da mitigação que envolveu 12 cidades – e o Programa Comunidades Modelo da Agenda 21 Local – um projecto de elaboração de métodos de planeamento de desenvolvimento sustentável que envolveu 14 cidades. Na prática empresarial, especializou-se em fornecer aos seus clientes formas inovadoras de dimensionar e segmentar os mercados, de modo a aumentar as suas vantagens competitivas e eficiência operacional. Especializou-se também em investigação qualitativa de consumidores para os mercados “Base da Pirâmide”.

Professor e orador
Jeb é docente do Programa para a Liderança Sustentável da Universidade de Cambridge, tendo também leccionado noutras universidades dos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Brasil e Austrália. A sua carreira como orador levou-o a 19 países, com audiências tão diversas como: a Conferência sobre Estratégia do Instituto de Design IIT; a Cimeira Mundial CIES sobre Negócios no campo Alimentar; o Banco Mundial; os Ministros do Ambiente da Colômbia, Alemanha, Japão, Coreia, e África do Sul; o Programa de Governação Económica Global da Universidade de Oxford; o Fórum Urbano Mundial das Nações Unidas e o Fórum da Água Mundial.

Família e tempos livres
Jeb vive em Toronto com a sua parceira, Saddeiqa, e os seus dois filhos, Rashad e Kareem, onde opera o serviço vaivém de transporte de hóquei no gelo da família. Tendo crescido numa comunidade onde os habitantes constroem e mantêm os seus próprios sistemas de água, pontes e equipamentos comunitários, de tempos a tempos Jeb gosta de “meter mãos à obra” e dedicar-se a projectos de arquitectura paisagística e construção recreativa. Quando a vida assim o permite, gosta de fazer caminhadas de longa distância, andar de canoa e praticar ski de fundo. Jeb completou a caminhada de mais de 3200 km do Trilho dos Apalaches quando tinha apenas 16 anos de idade, e planeia encetar uma aventura igualmente ambiciosa aquando da inversão desses algarismos. << voltar